CURSO CARACTERIZAÇÃO DOS ESTÁGIOS SUCESSIONAIS DA FLORESTA OMBRÓFILA DENSA DAS TERRAS BAIXAS – 3ª EDIÇÃO, 20-22 DE DEZEMBRO DE 2019

Cartaz Estágios Sucessionais Itapoá 2019

A caracterização dos estágios sucessionais é um instrumento fundamental na determinação do grau de proteção das formações vegetais no âmbito do Bioma Mata Atlântica, no contexto do licenciamento ambiental. Este curso tem como objetivo apresentar as peculiaridades das Florestas de Terras Baixas em contato com as Restingas e discutir a metodologia e a legislação pertinente para a caracterização adequada dos estágios sucessionais, além de apresentar as espécies mais características desta formação vegetal. Inscrições através do e-mail praticasembotanica@gmail.com. Programa do curso com valores e cronograma clique aqui.

3° CURSO DE IDENTIFICAÇÃO DE ESPÉCIES CAMPESTRES COM ÊNFASE NAS RARAS, ENDÊMICAS E AMEAÇADAS

Cartaz Curso Identificação Campestres Porto Alegre_2019

Os campos nativos do Rio Grande do Sul são muito ricos, com um significativo número de espécies raras, endêmicas e ameaçadas. Apesar de toda a sua importância ecológica e sócio-ambiental, as formações campestres foram por muito tempo negligenciadas, principalmente no aspecto legal de proteção e no licenciamento ambiental. Essa realidade vem mudando e cada vez mais estão sendo exigidas, pelos órgãos ambientais, amostragens de vegetação campestre em estudos no âmbito do licenciamento ambiental. Isso faz com que as plantas herbáceas e arbustivas, que antes passavam desapercebidas, sejam agora necessariamente identificadas e que o impacto causado nessas formações também seja avaliado. Neste sentido, esse curso visa auxiliar no processo de determinação das principais famílias, gêneros e espécies, com ênfase naquelas com maior importância para a conservação, em um dos maiores e melhores fragmentos de campos nativos da região de Porto Alegre, o morro São Pedro. Aproveite esta oportunidade e venha conhecer esta antiga e bela flora dos campos da região. Para valores e cronograma clique aqui.

4º CURSO “INVENTÁRIO FLORÍSTICO APLICADO AO LICENCIAMENTO AMBIENTAL”

O Inventário Florístico pode ser considerado o método mais básico para estudos voltados para flora e vegetação, no contexto do licenciamento ambiental. A quarta edição do curso “Inventário Florístico aplicado ao Licenciamento Ambiental” ocorrerá entre os dias 18 e 20 de outubro, na bela cidade de Nova Petrópolis, na Serra Gaúcha. Venha aprender a realizar boas amostragens florísticas e a reconhecer as principais espécies e famílias de ervas, arbustos, trepadeiras, epífitas e árvores que ocorrem nos ambientes florestais do sul do Brasil! Programa do curso com valores e cronograma clique aqui.

Cartaz Inventário Florístico - Nova Petrópolis outubro 2019

5° CURSO DE IDENTIFICAÇÃO DE ESPÉCIES ARBÓREAS DA FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL DE PORTO ALEGRE, 28 E 29 DE SETEMBRO DE 2019

O quinto curso de identificação de espécies arbóreas da Floresta Estacional Semidecidual de Porto Alegre, acontecerá nos dias 28 e 29 de setembro de 2019, no Instituto Econsciência, morro São Pedro, o maior remanescente de vegetação nativa da capital gaúcha.

Inscrições através do e-mail praticasembotanica@gmail.com

Cronograma com valores clique aqui

Cartaz Curso Identificação Porto Alegre 2019 - quinta edição

INVENTÁRIO FLORÍSTICO APLICADO AO LICENCIAMENTO AMBIENTAL, 3ª EDIÇÃO, AGORA EM SANTA CATARINA!

A terceira edição do curso Inventário Florístico aplicado ao licenciamento ambiental será realizada em Santa Catarina. Esta é uma ferramenta extremamente importante para o licenciamento ambiental neste estado, principalmente visando atender às Instruções Normativas números 23 e 24 do IMA-SC (antiga FATMA-SC), referentes à supressão de vegetação em área rural e urbana respectivamente. O curso será realizado em Itapoá-SC e os valores incluem alimentação e estadia. Para maiores informações clique no cartaz.

Cartaz Itapoá - inventário 2019.jpg

1º CURSO INVENTÁRIO FLORÍSTICO APLICADO AO LICENCIAMENTO AMBIENTAL

O curso tem como objetivo capacitar profissionais e estudantes na realização de um dos principais instrumentos de avaliação de impacto ambiental sobre a flora e a vegetação, o inventário florístico. A partir do levantamento das espécies de plantas pertencentes a todos os hábitos ocorrentes em uma determinada área, como ervas, arbustos, trepadeiras, epífitas e árvores, é possível determinar a ocorrência de espécies ameaçadas de extinção, raras, endêmicas e imunes ao corte com precisão, além de medidas mitigatórias, atendendo plenamente os diferentes termos de referência para estudos ambientais. Venha aprender a planejar e executar o inventário florístico nos dias 24,25 e 26 de maio de 2019 na serra gaúcha, na bela cidade de Nova Petrópolis.

55505754_2426523167387541_1382237943208345600_n